Bibliot3ca FERNANDO PESSOA

E-Mail: revista.bibliot3ca@gmail.com – Bibliotecário- J. Filardo

Rito Francês em Portugal

Ir.’. Joaquim G. Santos

9 comentários em “Rito Francês em Portugal

  1. Buenas noches desde España: gracias por la información, pero quedo atónito del “vacío” histórico descriptivo desde 2003 a 2011, con la invisibilidad de los Hermanos Fermín Valle y Emidio Guerreiro que conforman el reactivado Soberano Grande Capítulo de Cavaleiros R+/Grande Capítulo Geral do Rito Francés de Portugal, así como el peso específico y decisivo del QH Filipe Frade como Canciller de la V Orden para Portugal
    https://www.ritofrances.net/2017/05/portugal-el-rito-frances-1802-conbatido.html?m=1
    Encuentro un falta de eficiencia historiográfica debida a un reparo inadmisible desde el punto de vista masonológico. TAF.

    1. Querido Hermano,

      Meu grande interesse nesses trabalhos do Hermano Joaquim, pelo menos nesse momento, é puramente formal, na medida em que é um formato excelente para apresentações às lojas, tanto presenciais quanto virtuais.
      Não conheço detalhes do Rito Francês em Portugal, até porque no Brasil seguimos a Reforma Amiable, como a Bélgica e o Rito Francês tem uma importância relativa para a maçonaria brasileira.
      Creio que seus comentários serão lidos pelo autor e que ele deve se manifestar.
      Um abraço fraternal.

      1. Buenos días: ignorar a Bélgica es dejar de lado el concepto mismo del Rito Moderno en su esencia y desarrollo. Los Países Bajos Austriacos del XVIII y su interacción con Francia hasta el XIX son trascendentales en el devenir futuro del Rito que, haciendo referencia a la reactivación del Siglo XX, se quiere apoyar en el Capítulo de Roos, falsamente RF y si Rito Neerlandés, nunca derivado del generado en 1784 y 1808 tanto en el GCG de France o en el GODF (ver obras de JP Duhal o JY Tournié. Lo inaudito también es que aplicando el riguroso método científico, se anule la interacción de los Hermanos portugueses del GOL con el Grand Orient de Belgique. Así pues, los formatos para conferencias, no están eximidos de rigor académico e histórico. Fuerte TAF.

      2. Como vai? Seria interessante disponibilizar este arquivo para download, pois salvar 253 imagens é bem complicado.

      3. Oi Pablo,
        Vou verificar. Mas você pode salvar a página como HTML, não?
        assim que der vou disponibilizar um pdf.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: