REVISTA BIBLIOT3CA

Leituras Selecionadas do Editor-Chefe J.Filardo

Política, Social

Paris, sua ingrata…

Reblogado do Blogue do ZEHFILARDO

 

 

 

Ricardo Kelmer – blogdokelmer.com 

 

Fernando Henrique, tenho uma notícia difícil pra lhe dar. Melhor sentar.

Seguinte. Lula agora é Cidadão Honorário de Paris. Sim, aquele metalúrgico retirante do interior de Pernambuco que virou Presidente da República. Sim, ele está preso, eu sei, mas agora é cidadão de honra parisiense. Assim como Nelson Mandela, exatamente. Quer um copo dágua?

A homenagem, concedida pela Prefeitura de Paris, foi em razão do compromisso de Lula com os direitos humanos e a redução das desigualdades sociais e econômicas no Brasil. Não fique assim, Fernando… Sim, eu sei que ele é o brasileiro que mais possui títulos honoris causa dados por universidades do exterior. Sim, claro, elas estão todas equivocadas. Calma, beba devagar.

Tem mais. O texto da homenagem cita a perseguição política que ele está sofrendo, que o faz ser vítima de um processo judicial injusto. E diz que por causa dele, os defensores da democracia estão sendo perseguidos. Não, você não está sendo perseguido, fique tranquilo.

Sim, compreendendo. Você vive a declarar seu amor pela bela Paris. Pois é, você fala francês, tem apartamento na Avenue Foch, come no restaurante do chef Guy Savoy, eu sei. Você nasceu no Brasil por engano, todos sabem.

Tem certeza que quer ficar só? Tá bom. Mas se precisar de algo, é só chamar, viu? Tchau.

Gente, por precaução, melhor vocês ficarem aqui perto da porta. E lembrem-se: nada de música francesa hoje. Deve ser muito ruim amar sem ser correspondido…

.
PREFEITURA DE PARIS CONCEDE TÍTULO DE CIDADÃO HONORÁRIO A LULA
https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2019/10/03/interna_politica,794538/prefeitura-de-paris-concede-titulo-de-cidadao-honorario-a-lula.shtml

19 comentários em “Paris, sua ingrata…

  1. MÁGOAS DE LÚCIFER-SAMAEL.

    No Reino do Bem e do Mal onde Eva e Adão entraram dois lados se mostram e jamais terão sua síntese ou a Verdade, não há Verdade no Bem e no Mal como gostam os iluminados perdendo a sua vida até a morte nisto.

    Importa é nascer de novo e não envernizar o que é necrosável.

    Lula criancinha inocente sindicalista bobinho reuniu à sua volta amigos de toda sorte; que no final eles roubaram os cofres e ele ingenuo nada viu nem ouviu e acabou preso.

    O roubo está sendo recuperado em bilhões que voltam aos cofres públicos.De onde que veio esse dinheiro?Alguém está doando para o Brasil?Vale tudo quando eu digo que foi em nome da Democracia, da Liberdade, da Igualdade e da Fraternidade?

    O outro PSDB é corrupto logo posso ser eu PT também e não há moral no outro para me acusar?

    Onde que está o santo Adão e a santa Eva nessa humanidade Ocidental?
    Onde que o iluminismo nos provou isso?
    O Mal necessário existe ou não na mente iluminada Ocidental?
    A Revolução das guilhotinas pode ser ilustrada assim?

    Quando a população em mais de 56 milhões de votos por maioria em rede digital – porque o Sistema iluminista e marxista mostrava outra coisa na sua TV e jornais – elegeu o casca grossa capitão do EB, ela mostrou o que iluminados?

    É ostensivo que a população ela se enojou dela mesma com o centro-esquerda desde 1985 até 2018..e elegeu não uma iluminada figura e sim UM MAL NECESSÁRIO para o momento.Onde estão as mentes iluminadas nessa hora olhando fatos?

    Os amiguinhos dos LULA-DILMA eles roubaram de tudo e presos devolvem milhões..de onde que veio esses milhões?
    A Odebrecht, a Friboi, a Oas..amiguinhas do Lula e seus amiguinhos Zé Dirceu, Genuíno, Palocci, Cabral, até Cunha antes..ninguém vai gritar pra eles LULA LIVRE também?

    A Mágoa de perdedor juvenil se sabe como se expressa ei-lá repetidamente: Lula é criancinha ingenua coitadinho seus amigos arrumaram cadeia pra ele..e a culpa é de um Juiz

    E os juízes que ele colocou lá no STF na luta para o libertar é claro sendo agradecidos por serem postos lá no MONTE OLIMPO, acuados na Lava Toga odeiam Sergio Moro, ele condenou muitos corruptos e o STF do PT-PSDB os soltando.

    A inveja mata e se iludir com ídolos é pior, pois um coração partido é fatal.A Verdade ela liberta e não pessoas ou líderes.

    O Mal necessário a população colocou no poder e foi por que o mal centro-esquerda ele foi longe demais no mundo e no Brasil, será que tem de desenhar e pintar e ainda mover o desenho ??

    Por isso elegeram Bolsonaro lá..até um juvenil percebeu isto hoje.O Bem ainda advirá e o país está sendo regenerado pela Direita Nacional é só ler a Historia isso sempre ocorreu, essas sístoles e diástoles.

    A Onda nasceu lá no Brexit e com Donald Trump e desde 2016 são fatos que seguem dando pois no caso Protagonismos forte para ISRAEL e JERUSALÉM.

    De outro lado – seguem com o PAPA JESUÍTA apoiando a Torre de Babel de MACRON E MERKEL..uma UNIÃO EUROPEIA ilusionista teimosa, pois está morta com o BREXIT. O recuo mundial é crasso.

    Lula coitadinho ele é o melhor símbolo possível hoje para se falar em democracia no mundo?

    Lúcifer lá preso no magma está teimando em se achar sábio rodeado de ladrões e que eles sim arrumaram cadeia pra ele – os juízes só estão assinando em baixo – porque os processos piores contra Lula e Dilma ainda virão algo de nível de lesa pátria..

    E até onde vai o delírio de Samael?
    Sábio e burro ao mesmo tempo?
    E quer voltar ao Poder com sua cria Dilma?
    Um sábio cego e surdo que não viu nada, nem ouviu nada, de roubos dos cofres públicos?
    Lá quem garante que ele Lula e Dilma não continuarão ingênuos cegos e surdos mais uma vez?

    Essas brasileirices infectam o mundo e vice versa, e não sabem entrever que a Historia materialista ou mística, uma encontrando com a outra quer morrer e ser enterrada depois de milênios, em Dogmas em Ritos, que os iluminados não decifraram até agora em plena Era Espacial, afinal lá vem UMA TERCEIRA GUERRA e ATÔMICA – e as rede digitais elas mostram ao vivo, em cores, em tempo real isso, esse fracasso ousado dos rebeldes.

    O Titanic e as águas geladas aí estão e vemos a orquestra tocando “MAIS PERTO QUERO ESTAR…” e quando surge um MAL NECESSÁRIO para o resgate agonizante – ficam tricotando magoas domésticas de falsos líderes da Revolução.

    ANUNCIATO-OSASCO-SP
    07-10-2019

    1. Pois é, meu caro. Lula é o melhor símbolo possível hoje para se falar em democracia no mundo. E quem reconhece isso não são os “petralhas” brasileiros, é o mundo. Lula é um exemplo de governo para o povo. É invejado por aí e isso é o que vocês não entendem e recusam-se a aceitar por preconceito puro. Deviam se orgulhar dele como se orgulhavam de airton senna, por exemplo.

      Sei que dói. Sei que dói…

  2. Caríssimo irmão,
    melhor ficarmos com os assuntos que dizem respeito à maçonaria. Política, religião e esporte nos levam à cizânia. Não precisamos disso. Deixemos esses temas para a mesa de bar.

    1. Brother,
      No meu entender, política se encontra no domínio de interesse do maçom. A organização e o apoio ao golpe de 1822 na origem da maçonaria no Brasil prova isso cabalmente. O apoio ao golpe de 1889, conhecido como proclamação da República também. O processo de alienação do maçom começou com a expansão do REAA no seio de uma Maçonaria combativa e influente e a reduziu ao arremedo de maçonaria que temos hoje, preocupada apenas com sua política interna deprimente, com medalhinhas e medalhões, cargos, homenagens, leitura de rituais e pizza. Não se fazem mais maçons como Gonçalves Ledo. Mas, parece que há muitos Josés Bonifácios apoiando a extrema direita e a destruição do patrimônio nacional por traidores da pátria.

  3. Zé

    Precisa dizer ao autor

    Título de cidadão de Paris hoje vale o quê? Uma cidade suja, violenta, cheia de ratos nas ruas.. com milhares de problemas urbanos, sem a civilidade pela qual ficou conhecida há séculos, um arremedo de capital do mundo.. dirigida por uma fanática esquerdista que deu um título de cidadão honorário a um presidiário, o que mostra o declínio moral da França e da capital francesa, dirigida por um “Bolsonaro” que fala a língua francesa, nada mais que isso.. um fracasso de dirigente, completamente suplantado por uma decadente premiê alemã, Merkel, e ambos estão arrastando seus países e parte da Europa para o caos com imigrações irresponsáveis, que levarão a Europa a se desintegrar em pouco tempo, começando pelos orgulhosos ingleses, sim, mas é apenas o primeiro .. A França, como a Alemanha, pagará caro por esses dirigentes estúpidos, como seu presidente e a prefeita da capital… O Socialismo morreu com o muro de Berlim, e quem acredita nele, acredita no fantasma da guerra de ideologias que foi a guerra fria, acredita na polarização das extremas (nazismo e comunismo) e não no progresso humano, tecnológico e científico, o que levará cada vez mais os EUA ao too, porque, mesmo com Trump, eles vão adiante e crescem, estudam, pesquisam, usam o bom senso quando se fala em movimentos migratórios, ninguém é obrigado a sustentar o fracasso dos outros, ás custas de seu povo. A França, e Paris em particular, já pagam por sua leviandade política da esquerda que sempre predominou naquele país, bonito, charmoso outrora, agora uma fotografia do fracasso, da decadência moral, política e humanística da velha Europa.

    Lula, pode ser ídolo para muitos, infelizmente a moral nacional está abaixo ainda da europeia, um criminoso, chefe de quadrilha, lavador de recursos, etc., que, em qualquer lugar de moral sã, com predomínio da ética, já teria sido esquecido na cadeia, aqui é venerado e exaltado por uma classe, primeiro, de associados a ele, da mesma tempera, que roubariam um doce de uma criança, e por outro lado, de deslumbrados sul-americanos que se acham resistentes e heróis por garantirem a sobrevida do socialismo ou comunismo, mesmo estando eles mortos e enterrados por todas as grandes nações do mundo, inclusive a socialista China, que do comunismo, guardou apenas a sua principal base, a ditadura.

    Povos democráticos, para obterem sucesso, não podem pensar no autoritarismo socialista ou comunista como princípio.. Ser homenageado por um socialista militante e mal informado, a exemplo da prefeita de Paris, que não deve conhecer toda a história de Lula, e o que sabe, é uma grande mentira, porque ele não salvou ninguém da miséria, estão todos na mesma situação, desempregados e analfabetos, como sempre, talvez seja um prêmio de consolo para os militantes idiotizados por uma doutrina falida, morta, só respirando graças aos ignorantes políticos incluindo jovens estudantes) que acreditam no milagre da justiça social feita pelo Estado,,

    Lamentável e decepcionante para quem pensa em um futuro de progresso, de economia grande, de fartura, tudo realizado a partir do esforço e da inteligência humana..

    Que Lula faça bom proveito de seu título de cidadão parisiense na cadeia.. vai enfeitar muito bem sua cela—apartamento. Ambos, Lula e a Prefeita de Paris, envergonham quem tem moral e costuma ser ético..

    Vamos voltar á Maçonaria que é mais democrática.. rsrsrs

    Tfa

    Piva

    Seu admirador, sempre,,

    1. Salve, meu mestre.

      Seguindo vossa lógica, estamos perdidos. Se Lula, que protegeu os pobres, tirou milhões da miséria, criou dezenas de universidades ao mesmo tempo que proporcionou gordos lucros para os burgueses donos do país é, em vossa opinião, uma desgraça, o que falar de uma criminoso quadrilheiro, corrupto e entreguista como o Capitão SS atualmente no poder?

  4. Simplesmente magistral. Quem diria, França, quem te viu e quem te vê! Degoulle, devolvemos para voces a celebre frade que disse sobre o Brasil ” não ser um País sério “.

    1. O que espanta verdadeiramente é as pessoas não verem a seriedade do que aconteceu ao Presidente Lula. Um juiz a soldo de uma potência estrangeira afasta um candidato de uma disputa democrática para permitir a eleição do candidato de sua fação. Mais ainda se a pessoa se diz maçom.
      E se soubesse escrever De Gaule, então…
      E se soubesse que o autor da frase foi um embaixador BRASILEIRO ….

      Daria para levar a sério o comentário.

  5. Oh Lula, tu, ao povo, a esperança destes?
    Menino do nordeste!
    Depois da farofa, do pouco arroz,
    De ter montado o dorso de pangaré e mula!
    Mesmo assim não aprendeu o que é a gula?
    Onde anda sua fé em Maria de Nazaré?
    E a seu Filho Jesus que a tudo faz Jus?
    Incabível retrocesso distribuir reingresso a fita maldita!
    Disfarçada, malogrando minha pátria querida.
    Como é triste apitar o jogo errado,
    dedo em riste… entrar em campo minado!
    Apoiando o mundo árabe..
    Que ao mundo inteiro tem mutilado!
    Obama, no auge da fama, disse ao basbaque que apoia o Iraque
    E… por vaidade acreditou no cretino de araque.
    Enfim o que disse o Obama, não passa de trama.
    A você ex presidente! Sem qualquer moral compromisso…
    Ele disse é isso:
    Este é o cara que pode desenhar ou desdenhar da ode,
    Empunhar a vara ao povo que amara durante seu pagode.
    Viu em tu o Lula, do nordeste…
    – repente herdado -, o cara mais preparado…
    Não para um Pais moralizado,
    Mas para manter no mangue,
    A custa de sangue,
    Seu povo não estorvo… iletrado.
    Ah! Presidentes!
    A mim vocês não enganam…
    Xilindró… sem cobogó…
    E um ótimo lugar para acabar com o que tramam.

    1. Meu caro,
      Pela tentativa de criar um repente, deduz-se que sois nordestino. Mas um tipo especial de nordestino, aquele que sofre de um profundo complexo de viralatas.
      Não reconhecer o que fez o Presidente Lula em termos de distribuição de renda e resgate de 30 milhões de brasileiros da miséria – brasileiros que estão retornando ao status quo ante sob o governo do Capitão Nazista.
      Não reconhecer também a criação de dezenas de escolas e faculdades federais
      Não reconhecer que ele está injustamente e inconstitucionalmente preso por condenação imposta fraudulentamente por um juiz comprado pelos Americanos.
      Tudo isso em uma pessoa a reduz a um fantoche manipulado pela mídia e um escravo contente com suas correntes.

      Usar o cérebro não dói.

      1. Sou um bicho do mato, da cidade de Pains-MG, caipira da roça que atreveu-se pegar no tranco e ir ter com o colarinho branco em todo o planeta. Este setentão aqui é blindado ao quem o escarnece, tem antídoto a todo veneno que o mediocre e mal educado macera.
        Não estou aqui pra discutir a mim, não sou homem de um livro só, onde não tem ciencia não ponho os pés. Não interajo com quem não tem argumento, não é capaz de pegar alguma parte de minhas cronicas e expor com educação, cortesia e ontologia a sua contradição. As leis universais facultam isso, mas não facultam a falta de postura numa interação humana. Em sua, não vou entrar em sintonia com quem vive a agonia da ignorância e sua maior ância é atacar a quem está inteirado da realidade. NAMASTE

      2. Meu caro,
        Setentões se entendem. De modo algum foi minha intenção escarnecer de Vossa Mercê. Eu tenho o maior respeito pelos repentistas e cordelistas nordestinos, por isso entenda minha fala como um elogio. Vejo que Vossa Mercê cultiva a fala dos sertões das Gerais de João Rosa, de quem sou leitor ávido.
        Também sou bicho do mato, cria de Caconde-SP que só não é Minas por acaso, mas o é por sotaque, origem e costumes.
        Li também sua longa avaliação do panorama nacional onde concordo com algumas colocações, mas não com a ideia geral. Mas, fiquei, depois de lê-la ainda mais admirado que Vossa Mercê tenha uma posição tão à direita no espectro político.
        Um homem evidentemente inteligente (muito acima da média) e incapaz de enxergar as entrelinhas da história, a motivação por trás da propaganda e a intenção por trás dos atos.
        Somos baby boomers, vítimas da brutal carga de propaganda política da guerra fria. E viemos realmente ao mundo sob a ditadura militar do golpe de 64.
        Entendo que Vossa Mercê seja, como eu, uma vítima dos tempos, uma liderança política que foi sufocada e que foi mal alimentada.
        Não consigo desvendar se Vossa Mercê é maçom, apesar de ler nosso blogue. Também não consigo situá-lo dentro da sociedade. Não sei se Vossa Mercê é um latifundiário, se é dono de meios de produção. Vosso discurso indica que sim, que se identifica com a burguesia e não com o povo. Talvez com a sofrida classe média, desejosa de ser burguesa e apavorada com a perspectiva de ser proletária. Não sei.

        Mas nós, os maçons progressistas, conseguimos analisar a história contemporânea e ver que a esquerda tupiniquim foi muito mais benéfica para o povo que a direita. Não precisamos ser isso ou aquilo, só precisamos ser humanistas. Ter em mente quem se preocupou com os miseráveis, quem criou escolas para nossos filhos, quem trouxe algum orgulho de ser brasileiro.

        Agora, com o golpe de 2016 e as evoluções negativas que dele emanaram, só nos resta tomar muito anti-depressivo e, se tiver recursos, mudar para Lisboa.

      3. Então vamos usar a pineal… largar mão de morar na neocortex e muito menos na arquicortex? Vamos largar mão de viver como vivia o Vicking que esperava sua Valquiria para o conduzir ao Valhala. Se quiser interagir com esse setentão aqui, não falte como respeito, atenha-se ao conteúdo e largue a pessoalidade de lado, o mandatório é o mundo das ideias…

        Então vamos lá…….. botar o cérebro para acessar a vastidão de conhecimento e da verdade por trás do véu de Isis!

        O clima da Revolução Francesa no fim da Idade Moderna chegou ao
        Brasil. É melhor colocar as barbas de molho, pois, sem ser pessimista,
        há uma panela de pressão para explodir, e nossa Bastilha pode cair.

        Estes dias, meu amigo Saulo Freire, de Taguatinga-TO, um dos fieis leitores de minhas matérias, mandou-me uma mensagem pelo tal zapezape que me fez refletir. Era sobre a situação da França da Idade Moderna e a do Brasil de hoje. Tão marcante foi aquela época, que determinou o fim da Idade Moderna e o início da Contemporânea.
        Em 1789, a França era um país falido, pois os exageros da Corte, os excessivos gastos com a manutenção do poder, os privilégios da nobreza e outros fatos, enquanto o povo morria de fome, fez crescer a insatisfação popular. Na época, a sociedade civil compunha-se da nobreza, do clero e da burguesia, e esta última classe era que pagava os escorchantes impostos que custeavam a boa vida das outras classes. E isto veio trazer uma crescente insatisfação popular.
        A incapacidade do rei no governo levou o país à bancarrota, e os que mandavam na França estavam pouco se importando com o povo, a ponto de um dos conselheiros do rei, condoído da situação da pobre e sacrificada burguesia, alertou a rainha Maria Antonieta, esposa de Luís XVI, que o povo não tinha pão para comer. E, indiferente à situação, ela apenas respondeu:
        – Então, se não tem pão, o povo que coma brioches.
        Com tantas injustiças, o país em incontrolável falência, a péssima administração econômica e o controle de todos os setores administrativos, inclusive os tribunais, as condenações injustas e tendo a Bastilha como verdadeiro depósito de presos em condições sub-humanas, o descontentamento popular foi tão grande, que a população, em 14 de julho de 1789, tomou a Bastilha, libertou os prisioneiros e começou a fazer justiça com as próprias mãos, surgindo os girondinos e os jacobinos: os girondinos representavam a alta burguesia e queriam evitar uma participação maior dos trabalhadores urbanos e rurais na política, e os jacobinos representavam a baixa burguesia e defendiam uma maior participação popular no governo. Liderados por Robespierre e Saint-Just, os jacobinos eram radicais e defendiam também profundas mudanças na sociedade que beneficiassem os mais pobres. E a insatisfação popular chegou a tal ponto, que foram guilhotinados após um julgamento sumário e parcial os líderes dos jacobinos, e os próprios soberanos, o rei Luís XVI e a rainha Maria Antonieta.
        Esta introdução é apenas para traçar um paralelo com a situação do Brasil de hoje, pois se o governo não tomar uma posição firme, não se pode descartar o surgimento de girondinos e jacobinos para preocupá-lo, seja de que partido forem, pois a situação, tanto quanto a da França do fim do Século XVIII, está insustentável: os privilégios têm que acabar, e o povo, tanto quanto a burguesia francesa, está saturado de mordomias pagas pelo contribuinte. E não se vá atribuir apenas ao PT os desvios do Brasil, pois a corrupção e as mordomias são endêmicas e não foram criadas no governo petista. Ele apenas as institucionalizou.
        A classe política não está mais dormindo, apavorada com áudios e delações que emanam da podridão governamental, queimando como fogo de monturo. Já existe uma crescente convocação pela internet para reunir, no dia 31 de julho, mais de um milhão de manifestantes, que exigirão a demissão de toda a classe política, com uma lista enorme de reivindicações. Com esses áudios que aparecem a cada minuto, podemos até morrer de susto, mas nunca de tédio.
        Será exigido que se extingam as mordomias 0800 nos três Poderes (gabinetes, secretárias, aspones, motoristas, carros, 13º e até 14º salários); a redução do número de senadores, de deputados dos dois níveis, de vereadores (que não deveriam ser remunerados, como era antes); o fim de órgãos como institutos, empresas de atividades-fim injustificáveis e organizações não governamentais (ONGs); acabar com o tal fundo partidário, pois os partidos deveriam viver das cotas recolhidas de seus próprios associados; acabar com motoristas vinte e quatro horas pagos pelo contribuinte para servir a famílias e ex-famílias de autoridades, levando as madames aos salões de beleza, supermercados e “shoppings”, e os filhos para a escola, pagando horas extras aos motoristas; que esses folgados sugadores sejam atendidos pelo SUS, pois o sistema é “único”, e todos são iguais, segundo as leis que eles mesmos criaram, e nada de planos só pra eles… e pagos por nós
        O povo certamente vai protestar contra a renovação de frotas de carros seminovos para satisfazer a caprichos até de chefetes daqueles da turma do “você sabe com quem está falando?”; contra o vaivém semanal de políticos de tudo quanto é laia, dos três níveis, em aviões de primeira classe, hospedando-se em hotéis cinco estrelas com despesas pagas pelo sofrido contribuinte, quando não vão se espairecer no exterior, veraneando em Miami e gozando de mordomias em Paris e de Dubai, com a mesma naturalidade com que se vai para Caldas Novas e Pirenópolis. Isto, quando ministros do Executivo e do Judiciário não inventam de participar de eventos para discutir o sexo dos anjos em locais badalados no exterior, acompanhados de esposas, amantes, seguranças, puxa-sacos e afins, com tudo pago pelo contribuinte, que é o pequeno burguês de hoje.
        O povo vai exigir que se fiscalizem os agentes públicos, como dirigentes, que, em vez de estarem no local de trabalho, onde são remunerados, consomem o tempo nos seus escritórios grã-finos de consultoria, cuidando exclusivamente de seus interesses pessoais; que se reduzam as descabidas administrações dos hospitais públicos, para agasalhar apadrinhados, muitos dos quais têm mais administradores do que pessoal médico; acabar com os milhares de pareceres técnicos de altíssimo custo, pagos sempre aos mesmos escritórios de fácil acesso aos diversos setores do governo, num escandaloso tráfico de influência para absolver culpados, condenar inocentes, dar a quem não tem direito e tirá-lo de quem o tem.
        O povo não vai ficar inerte diante das milionárias aposentadorias de parlamentares que passam rápida e fugazmente pelos legislativos dos três escalões de governo; vai exigir a devolução dos empréstimos compulsórios confiscados do contribuinte e – isto sim – impor a devolução dos milhões que fizeram o enriquecimento ilícito de todos os ladrões que fizeram fortuna às custas dos contribuinte, manipulando preços de licitações forjadas para desviar dinheiro em esquemas sem controle, para viverem à tripa forra com o que foi desviado da educação, da saúde e da segurança pública.
        O povo não quer deixar um só bandido de colarinho branco impune, fazendo com que paguem por seus delitos, adequando nossas leis para criar tentáculos que alcancem desde o ladrão de galinha até o magistrado que decide ao sabor das conveniências de quem segurou a escada para, entrando pela janela, levá-lo às Cortes Superiores e aos Tribunais; deve impedir que ex-ministros passem a ser gestores de órgãos e empresas que tenham se beneficiado de fundos públicos e adjudicações decididas por eles; fazer minucioso levantamento para saber do patrimônio antes e depois do exercício um cargo público; fazer com que os bancos sejam convenientemente tributados, assim como algumas igrejas em que a isenção constitucional vem transformando pastores em milionários e em políticos e transformando igrejas em multinacionais da fé.
        Há que se proibir repasses e subvenções a toda e qualquer ONG e uma minuciosa devassa nas contas do MST e outros movimentos similares, bem como em todos os partidos políticos, e a redução desses partidos a cinco ou menos, como funciona nos países sérios, onde não existem partidos nanicos, criados apenas para vender espaços na propaganda eleitoral; rever as aposentadorias dos que trabalharam honestamente para a União, Estados e Municípios, que precisam muito mais que esses vagabundos travestidos de “otoridades”, fazendo com que sejam devolvidas as indenizações pagas indevidamente a “perseguidos políticos”, muitos dos quais terroristas e guerrilheiros, apuradas por uma duvidosa “Comissão da Verdade” formada a dedo pelos próprios interessados.
        O povo vai querer acabar com todas as mordomias e aposentadorias para ex-governadores, ex-parlamentares e ex-presidentes da República, após um mandato, quando todos nós, vis mortais cá da planície, trabalhamos 35 anos para receber migalhas, sem direito a carro e regalias como eles; o povo vai exigir rigorosa auditoria sobre o perdão das dívidas concedido a vários países e os empréstimos deferidos pelo BNDES a republiquetas de quinta categoria, para construir obras com o dinheiro nosso, sem a mínima possibilidade de retorno e que já chegam lá chancelados com o carimbo da inadimplência; acabar com o direito de o condenado receber mais do que um salário-mínimo por filho menor e, quando falecer, ficar esse benefício para a família, enquanto a vítima do crime nada aufere de benefício; deveria o prisioneiro, como nos países evoluídos, trabalhar para manter-se e para indenizar a família da vítima; vai exigir que não engordem os já milionários rendimentos de apaniguados com a nomeação de quem já. ganha demais para mamar os polpudos “jetons” dos conselhos das empresas do governo.
        O povo deve mesmo ir às ruas para, de forma pacífica, protestar por mudanças e mostrar que é necessário passar o Brasil a limpo, sem precisar cometer os excessos da Revolução Francesa, com jacobinos e girondinos promovendo sangrenta “caça às bruxas”, como ocorreu no período conhecido como “o Terror”, que matou rei, rainha, girondinos e até o cientista Lavoisier. O saudoso Ulisses Guimarães já dizia: “O político só tem medo é do povo nas ruas”. E temos as redes sociais para arregimentar o povo. Mesmo pacificamente, é preciso dar uma esporada no governo, seja de que partido for, pois ninguém mais aguenta pagar tanta regalia.
        O ambiente no Brasil de hoje é o mesmo da França de 1789, ou talvez pior. E o de 1964 nem chegava perto do de hoje. Há gente que já está com saudade de ver o Congresso fechado e os enganadores cassados (embora haja muita gente boa ali), urgindo passar um pente fino em todos os Poderes. Argumenta-se que militar não é eleito, não se corrompe com facilidade (tanto que os militares saíram pobres e não se falava em superfaturamento de obras), sem se falar na disciplina e no civismo dos homens de farda, que, já escolados, estariam cientes de que não poderiam cometer hoje os mesmos erros de ontem.
        Mas o meio mais honrado de a classe política demonstrar que deseja o bem do Brasil seria uma renúncia coletiva das duas Casas do Congresso e a convocação de novas eleições, mas sem direito a reeleição e com a inelegibilidade de parentes de senadores e deputados até o segundo grau. E acabar com o espúrio “quinto constitucional” nos tribunais.
        Aí, sim, começaria um novo Brasil.

  6. E viva o nosso Brasil brasileiro que já teve figuras notáveis como Ruy Barbosa, o Barão do Rio Branco – que, nesta altura, devem estar contorcendo-se no caixão…

  7. Um amigo perguntou-me certa feita o que diria a Lula, olho no olho, se possível fosse.
    Simples, o respondi!
    Diria em alto e bom som: Senhor Inácio… desde quando ignora que o maior cargo da Nação demanda educação, tom de voz, polidez, compostura e lisura na gestão?
    Onde foi parar o sindicalista que aprendeu liderar?
    Nem o caviar, jatinho particular, assessoria até mandar parar que passou a experimentar depois que aboliu a farofa e caranguejo do mangue, o senhor realmente não percebeu, nada viu a potencia que é o meu Brasil?
    Explique por que largou mão do cardápio sindical cujo prato preferido era de fino trato com o povo do futebol e carnaval?
    Não sabe que estas iguarias raras e caras devem ser usadas por presidentes?
    Estas virtudes hão de serem evidentes, cruciais para uma conduta moral que capaz de ocupar com honra se ajeitando o glúteo na cadeira executiva setentrional!
    Alma limpa que nada.
    Nada adianta o senhor arrostar santidade; turvar suas águas para faze-las parecem profundas.
    Além de rasas, insipidas a cor e o odor evidencia serem fétidas e imundas.
    O senhor pareado com a companheira presidANTA, escolhida a dedo para manter seu segredo, não passa de um baita sacripanta.
    O desserviço e a ganancia de ambos é um cordel mal recitado num bordel! Deus do céu, o pior dos sombrios Ditirambos, as suas trocas, os seus favores, a homens desprovidos de valores; se o caixão não tem gavetas, pergunto: o que farão com tantos roubos, rombos e escambos?
    Vocês humilharam.
    Exploraram e abusaram dos menores.
    Piores que vocês não há piores.
    O senhor então, chefão!
    Acaso o que roubou e corroborou com o enriquecimento ilícito, pilhando o erário público, lhe trará algum benefício?
    Quantos morreram e continuam morrendo à míngua em hospitais?
    Quantos inocentes são dizimados em assaltos à mão armada por míseros tostões em casa ou na rua, tudo por conta do desarmamento e exemplo de bandidagem que dão?
    Quantos vão cedo para o caixão por culpa de sua má gestão?
    É meu camarada, a lei de retorno inadmite suborno!
    O senhor enganou o eleitorado, abandonou os menores e se banqueteou com os maiores; os poderosos das empreiteiras sorrateiras e a prole feudal riquíssima da ala banqueira.
    Você seu luladrão, por que não cumpriu com o Brasil o prometido na eleição? Por que descambou para ser anfitrião destes antros onde não há ratoeiras para tantos ratos?
    Estas babujas, essas imundícias, estas coisas nojentas, sujas, acha que, apesar da fragilidade do povo brasileiro, este povo que o elegeu é cego?
    Não adianta sua anta.
    Não adianta se comportar como martelo.
    Hoje… este seu flagelo é você mesmo se prendendo na corrente da podridão ao fabricar o seu próprio elo.
    Saiba de antemão que nem tudo que viu pela frente, trata-se de gente da sua laia. Este Brasil potente conta com gente decente, luz própria, vaga-lume, bem diferente da lacraia.
    A este povo que o elegeu cenário econômico no apogeu, quanta ironia o senhor dizer que nada sabia, não tinha qualquer informação sobre quem era ou não ladrão, muito menos para onde ia toda a riqueza que seu poder herdou da economia?
    Ah! O modelo de gestão para os pobres que antes o Brasil fazia não lhe comprazia?
    Por ter tratado a nação inteira de idiota o senhor agora não nada vale. É um zero à esquerda (no bom sentido).
    Merecida nota.
    A penhora da promissória vai registrar-lhe nos anais da história!
    Oxalá Deus queira (talvez seja indulgente como O Juiz Moro), tomara que consiga um picadeiro para suas palestras. Quiçá seu ardil sindical contará com capricho.. seus calotes à idiotas e coiotes de ouvidos generosos, por sinal do seu mesmo naipe e nicho!
    É lula!
    A sua execração pública chegou a um ponto que não lhe franquia mais voltar atrais!
    O remédio para o Brasil doente contou com o contingente da Lava a Jato, tal qual a farmacologia. Tudo que você não via, toda sua embroma vieram à tona, e, agora o Moro lhe trancafia.
    Hoje seu banimento é uma panaceia para todos os males.
    Uma nova receita aviada numa nova bula que será encontrada em qualquer drogaria; agorinha, a família brasileira, inteira, ao voltar a hastear a bandeira açula um desejar moral continuo, bem longe de gente pequena e chula.
    Ainda que tardia, liberdade!
    Aquele abraço do povo que agora pode contar com um Brasil capaz de algo maior novo.

  8. NOSSA! IMPRESSIONANTE QUAO SANA É A MENTE TIRANA, ALÉM DE ESPARTANA É ROMANA. Mandela? Também! NUSSA! A MIDIA CRIA MITOS POLITICOS E RELIGIOSO COMO BEM ENTENDEREM… kkkk Mandela foi fabricado, lula foi fabricado, o cristo da igreja católica foi fabrica… ainda vai levar um tempo para que a humidade não tropece com a ignorância e a adote como dote e se acotovele mesmo que navalha metralha o escalpe.

    1. Não pretendo interagir publicamente no campo pessoal, mas no estrito às ideias. Se quiser me conhecer através de web entre em contato comigo por outra via estrita a pessoalidade que preferir. Até porque exatamente estar Maçom, estar Logósofo, estar RosaCruz, estar Espirita, é que este setentão não dá vazão quem lhe cobra curriculo na vastidão da web. Meu curriculo no mundo “profano” acabaria com o espaço neste blog. (risos) TFA – SFU – NAMASTE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: