REVISTA BIBLIOT3CA

Leituras Selecionadas do Editor-Chefe J.Filardo

Economia, Maçonaria, Política

Maçonaria na Inglaterra e “Emulation”

Nelson Morales Barrientos

 

INTRODUÇÃO

Depois da Reforma na Inglaterra, a Arquitetura eclesiástica se reduziu à mínima expressão e as Lojas Operativas entraram em dissolução posto que seu trabalho já era dispensável. Tão pouco era necessária a atividade secreta, o temor à morte e à tortura, e a situação imperante não obrigava aos buscadores da Luz Oculta a refugiar-se nos canteiros dos construtores de pedra, pois, a liberdade de pensamento, de expressão e de ação assinalava notáveis progressos.

Entre o período em que a Maçonaria Operativa estava no auge de seu potencial e inspiração e o período no qual se produz o reavivamento da Ordem no Século XVIII com uma definida conotação mística e filosófica, se apreciava um nebuloso lapso de silencio e desintegração.

No entanto os poucos antecedentes em Lojas da Escócia e Inglaterra permitem afirmar que existiam várias palavras e sinais de reconhecimento, juramentos e leituras de pergaminhos que continham a história da Ordem e regras que se conheciam sob a denominação de “Old Charges” ou Antigas Ordenanças.

O tema que aqui nos ocupamos é o Rito de York, e convenhamos que à primeira vista é um nome empírico criado nos Estados Unidos da América para denominar os graus superiores da maçonaria especulativa.

À diferença do Rito Escocês, os graus yorkinos nunca foram ordenados em uma escala, nem numerados, se não que se agrupam em núcleos segundo seu tema central.

Os primeiros registros de atividade maçônica na cidade de Cork datam do ano 926, posteriormente a história consigna que em 1370 se promulgam as Ordenanças da Catedral de York que fixam normas de trabalho específico para os maçons durante o período de inverno e verão.

 

Ler mais em  Maçonaria na Inglaterra e “Emulation”

2 comentários em “Maçonaria na Inglaterra e “Emulation”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: