Preocupa-me muito o reaparecimento de ideais nazi-fascistas em nossa sociedade no século XXI. E muito mais, perceber como este espírito permeia a Maçonaria brasileira, até mesmo entre maçons do Rito Moderno, um rito que procura caminhos racionais para a interpretação da realidade.

Noto que novos maçons, jovens ainda, parecem ter-se convencido de que ser maçom é ser de direita, fascista, retrógrado, reacionário. Ou, por trazerem dentro de si o veneno, acreditam que a Maçonaria é o caminho mais adequado para a realização de seus desejos.

Recentemente, publicamos um texto sobre a Maçonaria e o Nazismo. Para equilibrar a partida, apresentamos agora um apanhado da posição dos cristãos naqueles anos terríveis…

Boa leitura…

https://bibliot3ca.wordpress.com/adolf-hitler-nacionalismo-cristao-programa-de-cristianismo-positivo-dos-nazistas/