Tradução J. Filardo

Sean Kernan

 

A economia das palavras sempre foi meu principal objetivo como escritor. Quero dizer o máximo que puder com o número mínimo de palavras possível. Consequentemente, sou um colecionador de ótimas citações.

Elas brilham uma luz do outro lado das verdades conhecidas. Dentro de algumas linhas, elas contêm o poder supremo e concentrado da escrita. Eu li apenas algumas que me fizeram realmente fazer uma pausa e pensar sobre o mundo.

1. A ascensão do brilho absoluto e incomparável

Toda geração traz poucos gênios do tipo um em um bilhão. Nikola Tesla foi uma deles.

Ele estava uma ordem completa de magnitude acima da linha na qual se define o gênio. Quando criança, ele memorizava livros inteiros e percorreu as disciplinas acadêmicas mais difíceis. Ao longo de sua vida, ele dominou 8 idiomas.  Você não encontrará uma longa lista de pessoas que foram mais inteligentes que Nikola Tesla.

Nikola Tesla – 1856 – 1943

 

Ele pagou um preço alto por seu brilhantismo.   Ele não era capaz de se relacionar com os outros. Ele nunca teve um parceiro romântico e sua saúde mental era um problema enorme (a doença mental é muito mais comum quando você se aproxima do horizonte da possível inteligência humana; teoriza-se que uma pessoa acabará eventualmente sucumbindo à loucura antes de alcançá-la).

Tesla não tinha uma mente comercial.  Ele não monetizou suas mais de 700 patentes, embora muitos outrps tenham ficado ricos com suas ideias.

Suas invenções (corrente alternada, controles remotos, motores de indução e muito mais) tiveram um efeito duradouro sobre a engenharia. Muitas das coisas que você usa são extensões de suas inovações.  Você não as teria sem Tesla.

Além de sua capacidade de inventar e entender os conceitos mais complexos, ele tinha uma habilidade que separa um super gênio do gênio “normal”: ele podia ver muito longe no futuro. Ele era um visionário.

Tesla fez uma das previsões mais precisas e detalhadas que qualquer humano já fez.

Ele disse isso sobre a tecnologia em 1926:

“Quando o wireless for aplicado com perfeição, a Terra inteira será convertida em um imenso cérebro, o que ele de fato é, todas as coisas sendo partículas de um todo real e rítmico. Poderemos nos comunicar instantaneamente, independentemente da distância.  Não apenas isso, mas através da televisão e da telefonia, veremos e ouviremos perfeitamente, como se estivéssemos cara a cara, apesar das distâncias intermediárias de milhares de quilômetros; e os instrumentos pelos quais poderemos fazer isso serão incrivelmente simples em comparação com o nosso telefone atual. Um homem será capaz de carregar um deles no bolso do colete.”

Soa familiar? E, no entanto, muitas pessoas pensavam que ele era louco.

Não tenha medo de grandes ideias ousadas de pessoas realmente inteligentes. A história tem o hábito de transformar loucos em gênios.


2. Calafrios no meu braço

                                                                Mauthausen. Fonte: foto via Britannica

Pequeno é um termo relativo. E no caso de Mauthausen, era um pequeno campo de concentração

Era o seu inferno comum encarnado para judeus e párias. Mais de 130.000 pessoas perderam suas vidas aqui.

Este campo é famoso por suas escadas da morte, nas quais prisioneiros emaciados eram forçados a carregar pedras de granito de 30 a 50 kg repetidas vezes, apesar de muitas pesarem, eles mesmos, cerca de 45 kg.

Se você casse e se ferisse, ficando impossibilitado de trabalhar – normalmente era executado logo em seguida. Ou você era deixado na prisão para sofrer por alguns dias, primeiro.

Havia inúmeros jogos horríveis que os guardas brincavam com prisioneiros, em cujos detalhes nem vou entrar aqui.

No final da guerra, quando os campos foram libertados, eles começaram a limpar e inspecionar Mauthausen. Um inspetor estava patrulhando as celas escuras e sombrias do Bloco C, uma área onde quase todos os que entraram morreram ou era deixados apenas para comparecer à sua própria execução.

Dentro de uma cela, ele encontrou, arranhado na parede:

“Se houver um Deus, ele terá que implorar pelo meu perdão.”

A linha enviou um calafrio pelo meu braço. Ela trouxe a imagem de um Deus de joelhos, implorando por sua vida, prestes a ser assassinado por uma de suas próprias criações

É importante lembrar linhas como esta. Nossas mentes tendem a se tornar frouxas e presunçosas de nossos luxos. O paradoxo da felicidade é que ela exige que reconheçamos o sofrimento dos outros.


3.  Oscar Wilde

Oscar Fingal O’Flarertie Wills Wilde – 1854 – 1900

Fonte: Wikimedia Commons

Eu descobri a internet pela primeira vez nos anos 90.  Eu tinha 12 anos.  Tínhamos uma conexão discada que era cortada a cada 4 horas.

Se você pesquisou por “sapatos”, isso atraiu um monte de sites de mães e sites da “Joe’s Shoe Store”. A competição tradicional de melhor site de busca não existia.

Mas uma coisa era a mesma: quão mal-educadas eram os pessoas. Elas usavam nomes falsos, seu comportamento era igualmente ácido.

Inserir Oscar Wilde, o poeta irlandês e escritor que, no meu livro, não pode fazer nada errado.  Ele é uma metralhadora de citações épicas.  Ele nada sabia da internet nem seções de comentários.

Mas ele parecia ter um grande pulso da natureza humana.

Ele disse sobre as pessoas,

“Dê uma máscara a um homem, e ele lhe mostrará sua verdadeira face.”

Com isso – considere, ao acessar os teclados, que a pessoa a quem você está respondendo é outro ser humano.  Ainda não vi um debate na seção de comentários levar a qualquer aprendizado significativo.

Não caia na armadilha. Trate as pessoas com o mesmo respeito que você lhes daria ao olhá-las nos olhos.

4. A vida de estranho

Eu costumava treinar natação no início dos anos 2000.  Provavelmente não irá surpreendê-lo que meu grupo mais desafiador tenha sido meninos do ensino médio.

Mas onde alguns deles eram difíceis, outros precisavam de ajuda.  Eles eram “diferentes”. Consequentemente, eles eram intimidados frequentemente na escola.  Eles entrariam chateados com o que havia passado durante o seu dia.

Eu me identificava com eles em muitos níveis, pois passei a vida inteira com as pessoas me dizendo: “Você é um cara estranho”.

Eu lhes assegurava que eles simplesmente não estavam compreendendo e que estavam em boa companhia: algumas das melhores pessoas que já viveram foram tratadas como esquisitos.

Frederick Nietzche, outro mega gênio, também estava neste campo em um dado momento. Ele era, por definição, diferente dos seus pares.  As pessoas tendem a atacar as coisas que não entendem.

                                Friedrich Nietzsche – 1844 – 1900

Fontes:  Wikimedia commons foto

Ao longo de sua vida, ele propôs muitas ideias brilhantes e malucas, enfrentou sua própria quota de críticos e passou por seus próprios momentos de isolamento social.

Uma linha que ele escreveu, que eu encorajo qualquer um que se sinta incompreendido a  lembrar:

“E aqueles que eram vistos dançando eram considerados loucos por aqueles que não podiam ouvir a música.”

A humanidade está cheia de uma variedade selvagem e cintilante. Quem vê “diferente” e ataca tem medo de sua própria autenticidade.

Não deixe de viver sua própria verdade.

Se nunca lhe disseram “Você é estranho.” algumas vezes durante a vida, você não está fazendo certo.


https://www.instagram.com/sean_kernan/

“Quando o wireless for aplicado com perfeição, a Terra inteira será convertida em um imenso cérebro, o que ele de fato é, todas as coisas sendo partículas de um todo real e rítmico. Poderemos nos comunicar instantaneamente, independentemente da distância.  Não apenas isso, mas através da televisão e da telefonia, veremos e ouviremos perfeitamente, como se estivéssemos cara a cara, apesar das distâncias intermediárias de milhares de quilômetros; e os instrumentos pelos quais poderemos fazer isso serão incrivelmente simples em comparação com o nosso telefone atual. Um homem será capaz de carregar um deles no bolso do colete.”

Soa familiar? E, no entanto, muitas pessoas pensavam que ele era louco.

Não tenha medo de grandes ideias ousadas de pessoas realmente inteligentes. A história tem o hábito de transformar loucos em gênios.


2. Calafrios no meu braço

                                                                Mauthausen. Fonte: foto via Britannica

Pequeno é um termo relativo. E no caso de Mauthausen, era um pequeno campo de concentração

Era o seu inferno comum encarnado para judeus e párias. Mais de 130.000 pessoas perderam suas vidas aqui.

Este campo é famoso por suas escadas da morte, nas quais prisioneiros emaciados eram forçados a carregar pedras de granito de 30 a 50 kg repetidas vezes, apesar de muitas pesarem, eles mesmos, cerca de 45 kg.

Se você casse e se ferisse, ficando impossibilitado de trabalhar – normalmente era executado logo em seguida. Ou você era deixado na prisão para sofrer por alguns dias, primeiro.

Havia inúmeros jogos horríveis que os guardas brincavam com prisioneiros, em cujos detalhes nem vou entrar aqui.

No final da guerra, quando os campos foram libertados, eles começaram a limpar e inspecionar Mauthausen. Um inspetor estava patrulhando as celas escuras e sombrias do Bloco C, uma área onde quase todos os que entraram morreram ou era deixados apenas para comparecer à sua própria execução.

Dentro de uma cela, ele encontrou, arranhado na parede:

“Se houver um Deus, ele terá que implorar pelo meu perdão.”

A linha enviou um calafrio pelo meu braço. Ela trouxe a imagem de um Deus de joelhos, implorando por sua vida, prestes a ser assassinado por uma de suas próprias criações

É importante lembrar linhas como esta. Nossas mentes tendem a se tornar frouxas e presunçosas de nossos luxos. O paradoxo da felicidade é que ela exige que reconheçamos o sofrimento dos outros.


3.  Oscar Wilde

Oscar Fingal O’Flarertie Wills Wilde – 1854 – 1900

Fonte: Wikimedia Commons

Eu descobri a internet pela primeira vez nos anos 90.  Eu tinha 12 anos.  Tínhamos uma conexão discada que era cortada a cada 4 horas.

Se você pesquisou por “sapatos”, isso atraiu um monte de sites de mães e sites da “Joe’s Shoe Store”. A competição tradicional de melhor site de busca não existia.

Mas uma coisa era a mesma: quão mal-educadas eram os pessoas. Elas usavam nomes falsos, seu comportamento era igualmente ácido.

Inserir Oscar Wilde, o poeta irlandês e escritor que, no meu livro, não pode fazer nada errado.  Ele é uma metralhadora de citações épicas.  Ele nada sabia da internet nem seções de comentários.

Mas ele parecia ter um grande pulso da natureza humana.

Ele disse sobre as pessoas,

“Dê uma máscara a um homem, e ele lhe mostrará sua verdadeira face.”

Com isso – considere, ao acessar os teclados, que a pessoa a quem você está respondendo é outro ser humano.  Ainda não vi um debate na seção de comentários levar a qualquer aprendizado significativo.

Não caia na armadilha. Trate as pessoas com o mesmo respeito que você lhes daria ao olhá-las nos olhos.

4. A vida de estranho

Eu costumava treinar natação no início dos anos 2000.  Provavelmente não irá surpreendê-lo que meu grupo mais desafiador tenha sido meninos do ensino médio.

Mas onde alguns deles eram difíceis, outros precisavam de ajuda.  Eles eram “diferentes”. Consequentemente, eles eram intimidados frequentemente na escola.  Eles entrariam chateados com o que havia passado durante o seu dia.

Eu me identificava com eles em muitos níveis, pois passei a vida inteira com as pessoas me dizendo: “Você é um cara estranho”.

Eu lhes assegurava que eles simplesmente não estavam compreendendo e que estavam em boa companhia: algumas das melhores pessoas que já viveram foram tratadas como esquisitos.

Frederick Nietzche, outro mega gênio, também estava neste campo em um dado momento. Ele era, por definição, diferente dos seus pares.  As pessoas tendem a atacar as coisas que não entendem.

                                Friedrich Nietzsche – 1844 – 1900

Fontes:  Wikimedia commons foto

Ao longo de sua vida, ele propôs muitas ideias brilhantes e malucas, enfrentou sua própria quota de críticos e passou por seus próprios momentos de isolamento social.

Uma linha que ele escreveu, que eu encorajo qualquer um que se sinta incompreendido a  lembrar:

“E aqueles que eram vistos dançando eram considerados loucos por aqueles que não podiam ouvir a música.”

A humanidade está cheia de uma variedade selvagem e cintilante. Quem vê “diferente” e ataca tem medo de sua própria autenticidade.

Não deixe de viver sua própria verdade.

Se nunca lhe disseram “Você é estranho.” algumas vezes durante a vida, você não está fazendo certo.


https://www.instagram.com/sean_kernan/