Tradução J. Filardo

Os Graus do Rito Escocês são peças de um só ato, muitas vezes encenadas com roupas, cenários, efeitos especiais e o aparelhamento completo de qualquer produção. Seu objetivo é examinar diferentes filosofias, religiões antigas e sistemas de ética. Através de tudo isso, as pessoas tentaram responder a certas questões universais. Os Graus do Rito não dizem a ninguém o que ele deve pensar sobre essas questões. Em vez disso, eles lhe contam sobre o que os grandes pensadores e civilizações do passado pensaram, e tentam criar uma situação na qual o candidato ou o Irmão possa obter uma percepção profunda. Concordando com Sócrates que a vida não examinada não vale a pena ser vivida, o Rito ajuda com esse auto-exame fornecendo pontos de referência.

Existem quatro corpos coordenados dentro do Supremo Conselho do Rito Escocês Antigo e Aceito – Jurisdição Sul dos Estados Unidos:

Loja de Perfeição, 4 ° -14 ° (presidente – Venerável Mestre)

Capítulo de Rosa Cruz, 15 ° -18 ° (presidente – Sapientíssimo Mestre)

Conselho de Kadosh, 19 ° – 30 ° (presidente – Comandante)

Consistório, 31 ° – 32 ° (presidente – Mestre de Kadosh)

Tribunal de Honra

 

 

A Loja de Perfeição

 

Esses graus, do 4º ao 14º, são chamados Graus Inefáveis porque seu objetivo principal é a investigação e contemplação do nome inefável da Deidade. Seguindo cada um dos graus listados abaixo, fornecemos uma breve afirmação dos ensinamentos morais encontrados em sua palestra.

Grau 4 – Mestre Secreto

Seus primeiros passos em nosso santuário são dever, reflexão e estudo. Eles nos ensinam a honrar aquelas relações com Deus, família, país, maçonaria. O avental é branco e preto, com uma letra “Z” e olho que tudo vê. A joia é uma chave de marfim com a letra “Z” nos dentes. As lições do grau 4 são segredo, obediência e fidelidade.

Grau 5 – Mestre Perfeito

O grau ensina que a honestidade e a confiabilidade são a pedra angular da fundação da honra maçônica. Essa virtude deve estar em todos os nossos empreendimentos. O avental é branco e verde, com uma pedra cúbica e um YOD hebraico. A joia é um compasso aberto sobre um segmento de um círculo, a um ângulo de sessenta graus. As lições do grau 5 são Honestidade, Sinceridade e Boa Fé.

Grau 6 – Secretário Íntimo

Neste grau devemos aprender o dever, caridade e tolerância. Dizem-nos para remodelar-nos e nosso pensamento para caridade, autocontrole e sucesso. Ser um pacificador. O avental é branco e vermelho, com letras hebraicas YOD HEH no centro e um pequeno triângulo contendo as letras hebraicas (no sentido horário a partir do topo) BETH, NUN e SHIN. A joia é um triângulo de ouro com as mesmas três letras inscritas.

Grau 7 – Reitor e Juiz

Aprendemos que a justiça imparcial protege a pessoa, a propriedade, a felicidade e a reputação. Esse grau nos ensina a julgar com paciência e imparcialidade. O avental é branco, debruado em vermelho, com chave e cinco rosetas. A joia é uma chave de ouro.

Grau 8 – Intendente do Edifício

Devemos lutar pela perfeição, usando os grandes princípios do “amor inerente, caridade, moralidade e bondade de Deus.” O avental é branco, com vermelho e verde, com uma balança, uma estrela de cinco pontas e um triângulo com as letras hebraicas BETH (para Ben-khurim), YOU (para Jakinah) e ALEPH (para Achar). A joia é um triângulo de ouro com as mesmas três letras.

Grau 9 – Eleito dos Nove (Cavaleiro Eleito dos Nove)

As virtudes do Rito Escocês estão no coração deste grau, verdade, sinceridade e generosidade. Devemos usá-los para moldar nossas vidas e conduta. O avental é branco, forrado de preto e salpicado de sangue, com um braço segurando uma adaga e uma cabeça decepada presa pelos cabelos. A joia é um punhal, punho de ouro e lâmina de prata.

Grau 10 – Eleito dos Quinze (Ilustre Eleito dos Quinze)

Este grau ensina a tolerância com os outros. Todos têm o direito de suas próprias visões políticas ou espirituais. O avental é branco, com uma aba preta e três portões em forma de arco – sobre cada uma delas uma ponta de lança. A joia é uma adaga como no grau anterior.

Grau 11 – Eleito dos Doze (Sublime Cavaleiro Eleito dos Doze)

Este grau ensina simpatia. Devemos simpatizar com nossos irmãos maçons e com toda a humanidade também. O avental é branco, forrado de preto, com um coração flamejante no centro. A joia é um punhal suspenso de um cordão preto inscrito com as palavras “Vincere aut Mori”, a promessa “de que você preferirá morrer a trair a causa do povo ou ser vencido por seu próprio medo ou falha”.

Grau 12 – Arquiteto Mestre

Este grau ensina fé em moral e virtudes e em Deus. “A vida é o que cada homem faz dela; o otimista transforma um julgamento em uma bênção. O avental é branco, forrado de azul e dourado (simbolizando os graus da Maçonaria), com um transferidor, escala simples, setor e compassos. A joia é um triângulo de ouro, com um hebraico ALEPH no anverso e os cinco tipos de colunas no verso.

Grau 13 – Arco Real de Salomão (Cavaleiro do Nono Arco)

Este grau ensina liberdade em nossa mente e em nossos corações, motivados pelo dever e pela honra. O avental é roxo, delimitado por branco e com o “delta enoquiano” (hexagrama com tetragrama inscrito) no centro. A joia é um triângulo de ouro com o delta de Enoch no verso, e uma cena mostrando dois homens abaixando um terceiro em uma abóbada subterrânea recentemente descoberta, no anverso.

Grau 14 – Perfeito Eleito (Grande Eleito, Perfeito e Sublime Maçom)

No grau aprendemos a refletir e olhar para dentro de nós mesmos. Devemos nos esforçar para sermos fiéis a nós mesmos e ao nosso Deus. O avental é de seda branca, bordada em ouro, com o Delta Inefável no Centro. A joia é um quadrante (compasso aberto a noventa graus) encimado por uma coroa, e com uma estrela de nove pontas no anverso, e uma estrela flamejante de cinco pontas (com o Tetragrammaton) no verso. O compasso está aberto em um segmento de um círculo, inscrito com os números 3, 5, 7, 9.

 

Capítulo Rosa Cruz

 

Os graus do Capítulo de Rosa Cruz são muito complexos. Eles tentam investir o candidato com uma compreensão mais profunda de Religião, Filosofia, Ética e História. Os desafios intelectuais apresentados nesses graus são às vezes esmagadores e podem levar anos para serem dominados. Uma leitura completa dos capítulos relacionados a eles em Morals and Dogma de Pike e em Legenda and Readings é essencial para alcançar até mesmo uma compreensão básica de seu verdadeiro significado.

Grau 15 – Cavaleiro do Oriente, da Espada ou da Águia

Neste grau “aprendemos a fidelidade às obrigações e a perseverança de propósito sob dificuldades e desânimo”. O avental é de veludo carmesim, debruado em verde, com uma cabeça sangrando acima de duas espadas cruzadas, e um triângulo (parte superior à esquerda) com três triângulos entrelaçados dentro dele. A joia consiste em três triângulos concêntricos de ouro, com duas espadas cruzadas dentro deles.

Grau 16 – Príncipe de Jerusalém

Este grau ensina “heroísmo de paciência, a nobreza do auto-sacrifício” e julgamento compassivo, juntamente com a caridade, fidelidade e fraternidade. O avental é carmesim, debruado em ouro e cor de aurora, e com um quadrado, escudo, Delta (com três YODs), balança e uma mão de justiça. A joia é um losango de madrepérola, com uma mão segurando uma balança em equilíbrio; no verso uma espada com cinco estrelas ao redor da ponta. Na esquerda é um D hebraico, à direita é um Z hebraico.

Grau 17 – Cavaleiro do Oriente e do Ocidente

As lições deste grau são que a lealdade a Deus é a lealdade primária do homem, e os governos temporais não fundados em Deus e Sua justiça inevitavelmente cairão. O avental é de cetim amarelo, com carmesim e ouro, e com uma espada e Tetractys (do Tetragrammaton) sobre ele. A joia é um heptágono de prata e ouro, com espadas cruzadas sobre uma balança no anverso e um cordeiro no Livro dos Sete Selos no verso. A joia é pendurada em uma ordem dupla – uma preta (da esquerda para a direita) e outra branca (da direita para a esquerda), representando o bem contra o mal. Uma coroa de ouro também é apresentada.

Grau 18 – Cavaleiro Rosa Cruz

Este grau ensina que a vida e suas forças vêm de Deus. A rosa significa a aurora e a cruz é um símbolo sagrado da antiguidade em muitas culturas. Ser tolerante com os erros e falhas dos outros. O avental é de couro branco ou cetim, com bordas em vermelho, com uma caveira e tíbias cruzadas, uma cruz vermelha e três rosetas vermelhas. A grande joia é um compasso de ouro aberto em um quarto de círculo. Uma cruz de rosas está entre as pernas do compasso, e sob ela está um pelicano, arrancando o peito para alimentar seus sete filhotes no anverso, e uma águia com asas estendidas no reverso. No círculo estão as letras I.N.R.I.

Conselho de Kadosh

 

Os graus do Conselho de Kadosh são cavalheirescos e filosóficos, mas também contêm material místico. A palavra “Kadosh” é uma palavra hebraica que significa “Santo”. A complexidade desses graus não pode ser exagerada e é exemplificada pelo número de páginas atribuídas a eles em Morals and Dogma de Pike. O grau vinte e oito, sozinho, representa mais de um quarto do volume de mais de 1000 páginas.

Grau 19 – Grande Pontífice (não usa avental_

As lições deste grau são aprendidas com o passado e como isso afeta o presente e a maneira como vivemos no futuro. Nós sempre nos esforçamos para suportar, produzir e melhorar o mundo que nos rodeia. Não há avental, mas a joia é um “paralelogramo” de ouro (retângulo) com um alfa hebraico de um lado e um ômega do outro.

 

Grau 20 – Mestre da Loja Simbólica

Este grau nos mostra Liberdade, Fraternidade e Igualdade. Estes ensinam compreensão moral, religiosa e filosófica. Este grau ajuda a compreender a Deidade, as forças da natureza, o bem e o mal. O avental é amarelo, com bordas azuis, com três triângulos concêntricos, com o Tetragrammaton (horizontal) e o “Fiat Lux” (vertical) ao centro, formando uma cruz. Sua forma triangular se relaciona com a “quarta grande luz, que nos lembra a Divindade e seus atributos”. A joia é de ouro, com os mesmos três triângulos concêntricos.

Grau 21 – Noaquita ou Cavaleiro Prussiano

A lição deste grau é aprender que a arrogância, a difamação e a covardia são atributos indignos de um maçom e que a humildade, a modéstia e a cortesia são as três verdadeiras virtudes dos homens e dos maçons. O avental é amarelo, e contém um braço segurando uma espada, e uma figura alada segurando uma chave na mão esquerda, e o indicador direito nos lábios (a “figura egípcia do Silêncio”). A joia é um triângulo pontiagudo, com uma flecha, apontando para baixo, um braço segurando uma espada e o lema “Fiat Justitia, Ruat Coelum”.

Grau 22 – Cavaleiro do Real Machado, Príncipe do Líbano

Este grau ensina, “se um trabalho vale a pena fazer, vale a pena fazê-lo bem”. Fazendo um bom trabalho, melhoramos o caráter e nos tornamos melhores cidadãos. O avental é branco, com bordas roxas, e contém uma serpente de três cabeças e uma mesa com instrumentos e planos. A joia é um machado e cabo de ouro. No topo da alça estão as iniciais de Noé e Salomão. No meio da alça estão as iniciais de Libanus e Tsidun. Na lâmina estão as iniciais de Adoniram, Ciro, Dario, Zorobabel, Neemias, Esdras (de um lado), Shem, Kham, Yapheth, Moisés, Ahaliab, Betselal (de outro).

Grau 23 – Chefe do Tabernáculo

Este grau ensina que o homem que esquece seu dever para com Deus, família, país e ele mesmo estará em perigo de destruição moral e espiritual por pensamentos indignos de ambição. O avental é branco, com bordas vermelhas, azuis e roxas. Essas cores, das cortinas do Tabernáculo, representam terra, fogo, ar e mar, respectivamente, assim como a beneficência, glória, sabedoria e poder do Senhor. No avental está o castiçal de ouro de sete braços, representando os sete planetas e virtudes: Sol, fé (“aspiração para o infinito”); Lua, esperança; Vênus, caridade; Marte, fortaleza (“vitória sobre raiva e raiva”); Mercúrio, prudência; Saturno, temperança; Júpiter (conquistador dos Titãs), justiça. A joia é um pequeno incensário prateado, ou taça ornamentada, segura por uma alça em forma de mão aberta.

Grau 24 – Príncipe do Tabernáculo

Neste grau, um Maçom deve mostrar evidências de compaixão, piedade e justiça. Depois da iniciação ele pode “manifestar fielmente as virtudes sociais para receber as recompensas”, para servir a humanidade através de nossa irmandade. O avental é de pele de cordeiro branca, com escarlate, verde e azul. Sobre ele está uma árvore de murta violeta e uma representação em ouro de uma tenda árabe. A joia é a letra hebraica ALEPH, suspensa de uma fita violeta.

Grau 25 – Cavaleiro da Serpente de Bronze

Este grau aborda o conceito da alma pura, celestial e eterna do homem. Ele olha dentro de sua fé, vida e Deus e para obter uma visão clara do seu eu interior. O avental é branco, forrado e bordeado de preto, com estrelas douradas no lado branco (Pleiades, Hyades, Orion, Capella) e com estrelas prateadas no lado negro (Perseus, Scorpio, Bootes). Também nele há uma serpente, ouroboros, cercando um escaravelho, um triângulo em glória com o Tetragrammaton em seu centro, e as quatro iniciais das estrelas Regulus, Aldebaran, Antares e Fomalhaut. A joia é uma cruz Tau de ouro (cruz ansata) com uma serpente entrelaçada em torno dela, e as palavras hebraicas HLThI (“ele sofreu ou foi ferido”) e NChShThN (“a Serpente de Bronze”) sobre ele.

Grau 26 – Príncipe da Misericórdia, ou Escocês Trinitário

Neste grau, procuramos “as recompensas dos atributos da trindade de Deus – sabedoria ou inteligência, força ou força, harmonia ou beleza”. O avental é escarlate, bordeado de branco, com um triângulo verde no centro. No triângulo estão as iniciais de Força, Sabedoria e Harmonia, e um coração flamejante de ouro com as iniciais I.H.S. (Jesus Hominum Salvator; ou Imperium, Harmonia, Sapientia). A joia é de ouro e é o mesmo triângulo, suspenso por uma fita roxa.

Grau 27 – Cavaleiro Comandante do Templo

Esta lição deste grau nos ensina a desprezar o egoísmo e a defender as virtudes cavalheirescas da caridade, verdade e honra. Devemos sempre nos esforçar para ajudar os pobres, desamparados e enfermos. O avental é de pele de cordeiro escarlate, forrado de preto, com uma Cruz Teutônica (sable potente cruzado, carregado com uma cruz dupla menor potente ou, sobrecarregada com o escudo do Império – a águia negra de duas cabeças) e uma chave preta cercada por uma coroa de louros. A joia é um triângulo dourado, no qual a palavra I.N.R.I. é esmaltada.

Grau 28 – Cavaleiro do Sol ou Príncipe Adepto

Este grau ensina que nosso amor por Deus se manifesta em nosso amor pela Verdade, Justiça e Nobreza da Alma. O avental é de cordeiro branco, com um pentagrama vermelhão. A joia é um sol dourado no anverso e um hemisfério, mostrando a metade norte da eclíptica (Touro a Libra) e o zodíaco.

 

Grau 29 – Cavaleiro Escocês de Santo André (não usa avental)

As virtudes deste grau são “Amor de Deus, lealdade aos superiores, fiel adesão à promessa e resistência ativa ao julgamento injusto”. Não há avental. A joia tem duas partes: no topo é um hexagrama de ouro, feito de triângulos côncavos para fora, com um compasso aberto a 25 graus dentro dela. Na parte inferior está suspensa uma cruz de ouro de St. Andrew (“X”), com o elmo de um cavaleiro, ouroboros de serpente alada, chave e um triângulo apontando para baixo. No centro da cruz está um YOD hebraico, e em suas pontas, no sentido horário a partir de baixo, as letras hebraicas N M I N.

 

 

Grau 30 – Cavaleiro de Kadosh, ou Cavaleiro da Águia Branca e Negra (não usa avental)

A lição deste grau é ser fiel a nós mesmos, defender o que é certo e justo em nossas vidas hoje. Acreditar em Deus, pátria e nós mesmos. Não há avental, mas a joia é uma cruz Teutônica de ouro, esmaltada em vermelho, com as letras J. ‘. B.’. M ‘. no anverso, e uma caveira transpassada por um punhal no reverso.

 

 

Consistório

 

Os Graus de Consistório são muito diferentes de todos os graus anteriores. Eles tentam ilustrar a criação do equilíbrio ideal entre o espiritual e o temporal.

Grau 31 – Inspetor Inquisidor

Este grau ensina autoexame em oração. Os erros de hoje não devem ser cometidos amanhã. Simplesmente, o olhar diário de si mesmo para aprender a viver com o futuro. Nenhum avental é usado no Supremo Tribunal, mas em corpos inferiores, um avental de pele de ovelha branca com uma cruz Teutônica de prata pode ser usado. A joia é uma cruz Teutônica de prata. A joia pode ser suspensa de um colar branco, com um triângulo de ouro com um “31” dentro dele. Mas em corpos inferiores ela pode ser suspenso de uma corrente de ouro, cujos elos formam os oito graus fundamentais da Maçonaria: O grau 1, 2, 3, 4, 14, 16, 18 e 30

Grau 32 – Mestre do Real Segredo

As lições deste grau são que “a fraternidade genuína exige respeito mútuo, opinião, estima e caridade”. Sempre procuramos o bem de todos, fazemos concessões para as deficiências dos outros. Nós confiamos no Arquiteto Supremo para nos levar à amizade, moralidade e amor fraterno. O avental é branco, forrado de preto, com uma águia de duas cabeças e um plano do Acampamento dos Príncipes. A joia é uma cruz teutônica de ouro, com uma águia branca e preta de duas cabeças no centro.

 

Tribunal de Honra

 

Cavaleiro Comandante do Tribunal de Honra

Na sessão bienal do Supremo Conselho, alguns Mestres do Real Segredo, que tenham mantido o título por pelo menos quarenta e seis meses antes da sessão, são escolhidos para receber o grau e a Condecoração de Cavaleiros Comandantes do Tribunal de Honra. Estes são escolhidos das fileiras do Consistório por serviço especial à Maçonaria, ou à humanidade, pelo Soberano Grande Inspetor Geral ou seu Adjunto. O Cavaleiro Comandante do Tribunal de Honra pode ser reconhecido pelo chapéu vermelho que eles têm o direito de usar. A classificação de CCTH, se solicitada ou requerida, deve ser recusada.

Grau 33 – Inspetor Geral Honorário

O Grau Trinta e Três é conferido pelo Conselho Supremo aos membros do Rito em reconhecimento pelo trabalho notável no Rito ou na vida pública. O grau 33 não pode ser solicitado e, se solicitado, deve ser recusado. Em sua sessão bienal, o Conselho Supremo elege membros do Rito para receber o Grau. Esses Maçons de grau 33 são Inspetores Gerais honorários e membros honorários do Supremo Conselho. Os membros ativos do Supremo Conselho são escolhidos entre eles.

Grã-Cruz do Tribunal de Honra

Esta é a maior honra individual que o Supremo Conselho concede. Ela é votada muito raramente para Maçons de grau 33 apenas para os serviços mais excepcionais e extraordinários. O boné da Grande Cruz é branco com uma faixa azul.

Na frente há uma réplica da joia da Grande Cruz, que é composta por uma Cruz Teutônica, com uma rosa vermelha bordada com folhas verdes no centro.

 

Publicada em  https://www.facebook.com/Masonic-History-Did-You-Know-324821154808379/